gravatar

Heterônimos

Heterônimos
Acrósticos

Jayme Lorenzini García, O Trovador
Sou Jayme Lorenzini García. Nasci no dia 07 de janeiro de 1962, no município de Afuá, Ilha de Marajó, Estado do Pará, Brasil. Desde cedo propenso ao conhecimento, tornei-me o mais jovem advogado a se formar na Ilha de Marajó, com apenas 18 anos de idade, pela UFPA. Sou especialista em Criminalística e presto serviços de advocacia e consultoria nesta área. 

Sou um dos heterônimos de Jaime Adilton Marques de Araújo e surgi para atender a uma necessidade sua de bebericar da Fonte de Hipocrene, nas nascentes do Trovadorismo, resgatando os aspectos mais relevantes dos primórdios de nossa poesia! 

A Obra

Minha obra está intimamente ligada ao resgate da temática e da técnica trovadorescas na composição de novas cantigas, resgatando, com saudosismo, os aspectos mais relevantes dessa importante escola literária!

**********************************************
Adamir Freire da Trindade - O Humanista
Sou Adamir Freire da Trindade. Nasci no dia 14 de fevereiro de 1967, no município de Anajás, Ilha de Marajó, Estado do Pará, Brasil. Fui fascinado pelas letras desde a mais tenra idade. Cursei o nível superior pela Universidade Federal do Pará, graduando-me em Licenciatura Plena em Língua Portuguesa.

Sou um dos heterônimos de Jaime Adilton Marques de Araújo e surgi para atender a uma necessidade sua de bebericar da Fonte de Hipocrene, nas nascentes do Humanismo, resgatando os aspectos mais relevantes desse estilo de época no que diz respeito à arte poética!


A Obra

Minha obra está intimamente ligada ao resgate da temática e da técnica humanistas na composição de novas cantigas  e vilancetes, resgatando, com saudosismo, os aspectos mais relevantes dessa importante escola literária!

**********************************************
Iara Cínthya Marcondes da Silveira, A Clássica

Sou Iara Cínthya Marcondes da Silveira. Nasci no dia 21 de março de 1969, no município de Bagre, Ilha de Marajó, Estado do Pará. Sou formada em Agronomia e presto serviços de consultoria nessa área.

Sou um dos heterônimos de Jaime Adilton Marques de Araújo e, psicanaliticamente falando sou seu ID feminino, voltado para a busca do prazer sensual. Surgi para atender a uma necessidade sua de bebericar da Fonte de Hipocrene, nas nascentes do Classicismo/Quinhentismo, resgatando os aspectos mais relevantes desse estilo de época no que diz respeito à arte poética!

Obra

Minha obra está intimamente ligada ao resgate da temática e da técnica clássicas, resgatando, com saudosismo, os aspectos mais relevantes dessa importante escola literária! Por outro lado, minha poética também está voltada para o princípio do prazer sensual, sob a ótica de uma mulher. Meus versos exaltam o amor em sua plenitude física, captado pelos lentes femininas de uma ninfomaníaca.


**********************************************
Manoel da Silva Botelho, O Barroco

Sou Manoel da Silva Botelho. Nasci no dia 28 de abril de 1971, no município de Breves, Ilha de Marajó, Estado do Pará, Brasil. Graduei-me em Licenciatura Plena em Música pela UFPA e segui avante, levando a boa música a muitas pessoas, direcionando-a aos mais diversos extratos sociais.

Sou um dos heterônimos de Jaime Adilton Marques de Araújo e surgi para atender a uma necessidade sua de bebericar da Fonte de Hipocrene, nas nascentes do Barroco, resgatando os aspectos mais relevantes desse estilo de época no que diz respeito à arte poética!


A Obra

Minha obra está intimamente ligada ao resgate da temática e da técnica barrocas, resgatando, com saudosismo, os aspectos mais relevantes dessa importante escola literária!

Psicanaliticamente falando sou o ID masculino de Jaime Adilton e, por este lado, a grande maioria de minha poética está voltada para o princípio do prazer sensual. Meus versos exaltam o amor em sua plenitude física, isto é, o amor erótico em suas variadas nuances, pois busco na libido humana a verve de minha poesia.

**********************************************
Estefânio Rodrigues de Souza, O Neoclássico
Sou Estefânio Rodrigues de Souza. Nasci no dia 07 de maio de 1973, no município de Cachoeira do Arari, Ilha de Marajó, Estado do Pará, Brasil. Estudei até a 4ª série do antigo Primeiro Grau. Fugi dos burburinhos das cidades e moro na zona rural de meu querido Marajó, vivendo em harmonia com a natureza.

Sou um dos heterônimos de Jaime Adilton Marques de Araújo e surgi para atender a uma necessidade sua de bebericar da Fonte de Hipocrene, nas nascentes do Arcadismo, resgatando os aspectos mais relevantes desse estilo de época no que diz respeito à arte poética!

A Obra
Minha obra está intimamente ligada ao resgate da temática e da técnica neoclássicas, resgatando, com saudosismo, os aspectos mais relevantes dessa importante escola literária!

**********************************************
Adalberto Alexandre de Araújo, O Romântico
Sou Adalberto Alexandre de Araújo. Nasci no dia 14 de junho de 1975, no município de Chaves, Ilha de Marajó, Estado do Pará, Brasil. Desde pequeno fui fascinado pelos números. Isso me levou a cursar o nível superior pela Universidade Federal do Pará, graduando-me em Ciências Contábeis.

Sou um dos heterônimos de Jaime Adilton Marques de Araújo e surgi para atender a uma necessidade sua de bebericar da Fonte de Hipocrene, nas nascentes do Romantismo, resgatando os aspectos mais relevantes desse estilo de época no que diz respeito à arte poética!

A Obra

Minha obra está intimamente ligada ao resgate da temática e da técnica românticas, resgatando, com saudosismo, os aspectos mais relevantes dessa importante escola literária!

**********************************************
Daniel Jônatas M. de Queirós Mauá Jr., O Parnasiano

Sou Daniel Jônatas M. de Queirós Mauá Jr. Nasci no dia 21 de julho de 1979, no município de Curralinho, Ilha de Marajó, Estado do Pará, Brasil. Sou formado em Economia e presto serviços de consultoria ligados a essa área. O meu nome forma um nome secreto [NS], o perfeito ANAGRAMA do meu inventor.

Sou um dos heterônimos de Jaime Adilton Marques de Araújo e surgi para atender a uma necessidade sua de bebericar da Fonte de Hipocrene, nas nascentes do Parnasianismo, resgatando os aspectos mais relevantes desse estilo de época no que diz respeito à arte poética!

A Obra

Minha obra está intimamente ligada ao resgate da temática e da técnica parnasianas, resgatando, com saudosismo, os aspectos mais relevantes dessa importante escola literária!

**********************************************
Inocêncio Gómez de Sevilla, O Simbolista
Sou Inocêncio Gómez de Sevilla. Nasci no dia 28 de agosto de 1981, no município de Gurupá, Ilha de Marajó, Estado do Pará, Brasil. Minha formação acadêmica é na área de Direito e exerço a advocacia no ramo do Direito Trabalhista. Busco refúgio sempre no meu hobby predileto que é a poesia!

Sou um dos heterônimos de Jaime Adilton Marques de Araújo e surgi para atender a uma necessidade sua de bebericar da Fonte de Hipocrene, nas nascentes do Simbolismo, resgatando os aspectos mais relevantes desse estilo de época no que diz respeito à arte poética!

A Obra

Minha obra está intimamente ligada ao resgate da temática e da técnica simbolistas, resgatando com saudosismo, os aspectos mais relevantes dessa importante escola literária!

**********************************************
Leonel Vincenzo de Florença, O Modernista
Sou Leonel Vincenzo de Florença. Nasci a 07 de setembro de 1987, na cidade de SoureSou Administrador de Empresas, formado pela UFPA e presto serviços de consultoria para empresas privadas e também para o setor público. Tenho na poesia meu passatempo favorito.

Sou um dos heterônimos de Jaime Adilton Marques de Araújo e surgi para atender à uma necessidade sua de bebericar da Fonte de Hipocrene, nos labirintos do Modernismo, procurando recriar todas as fases e reafirmando os aspectos mais relevantes desse iconoclasta estilo de época no que diz respeito à arte poética!


A Obra

Minha obra, em primeiro plano, está intimamente ligada ao resgate da temática e da técnica modernas e, portanto, minha poética está subordinada aos mais variados temas. Cultivador nato do versolibrismo acredito que a expressão poética não tem limites e deve estar livre de todas as amarras, para cantar a vida todas as suas nuances.

**********************************************
Teotônio Vilaça de Freitas, O Vanguardista
Sou Teotônio Vilaça de Freitas. Nasci no dia 14 de outubro de 1983, no município de Muaná, Ilha de Marajó, Estado do Pará, Brasil. Cursei o nível superior pela UFPA, graduando-me em Licenciatura Plena em Língua Portuguesa. Propenso ao vanguardismo poético, estudei todas as vanguardas e delas fiz a minha bandeira e nelas moldei minha arte poética.

Sou um dos heterônimos de Jaime Adilton Marques de Araújo e surgi para atender a uma necessidade sua de  bebericar da Fonte de Hipocrene, nos labirintos do Vanguardismoreafirmando os aspectos mais relevantes da poesia de vanguarda!


A Obra

Minha poética é bastante eclética e aborda os mais variados temas, fazendo um passeio panorâmico por todas os estilos de época, acrescentando-lhes novas roupagens, retendo o que há de melhor em cada uma delas, procurando sempre inovar através do experimentalismo.

******************************************
Olímpio José de Araújo, O Cronista
Sou Olímpio José de Araújo. Nasci no dia 21 de novembro de 1985, no município de Ponta de Pedras, Ilha de Marajó, Estado do Pará, Brasil. Desde a mais tenra infância o mundo encantado das letras me fascinou e cresci ouvindo meus avós e meus pais contando ‘causos’. Cursei o nível superior pela UFPA, graduando-me em Pedagogia.

Sou o mais antigo heterônimo de Jaime Adilton Marques de Araújo, aparecido lá pelo final da década de 1980, quando o poeta aprendia as primeiras letras na Escola Municipal Betel e se encantava com o mágico mundo das palavras. 

A Obra

Minha obra é constituída exclusivamente em prosa e não está presa a nenhuma vertente literária em especial.

Psicanaliticamente falando sou o SUPEREGO de Jaime Adilton e não me furto à tarefa de contar o amor e de exaltar a vida em suas múltiplas facetas.

**********************************************
Nuno Perez de Noronha, O Novelista

Sou Nuno Perez de Noronha. Nasci no dia 28 de dezembro de 1992, no município de Portel. Sou formado em Psicopedagogia da Educação e como servidor público sou concursado como Técnico em Contabilidade. Atuo na área da Educação como gestor escolar. Desde que aprendi a ler, ainda em tenra idade, nutri especial afeição pelos romances clássicos de nossa Literatura e acabei por enveredar por esta sina escrevendo novelas que têm como pano de fundo o meu querido arquipélago marajoara.

Sou um dos heterônimos de Jaime Adilton Marques de Araújo e surgi para atender a sua necessidade de  contar a vida em prosa.


A Obra

Minha obra está visceralmente presa às minhas raízes marajoaras e romanceio o modus vivendi de meu sofrido povo, denunciando suas mazelas e anunciando um novo tempo de libertação.

Heterônimos
Especiais

João do Nascimento Corrêa Neto, O Salmista
Sou João do Nascimento Corrêa Neto. Nasci no dia 07 de maio de 1995, no município de Salvaterra, Ilha de Marajó, Estado do Pará, Brasil. Criado em um lar evangélico e propenso à religiosidade desde a mais tenra idade, fui crescendo indo à Escola Bíblica Dominical. Concluí, recentemente,  o curso de Bacharelado em Teologia pela Escola Teológica das Assembleias de Deus no Estado do Pará.

Sou um dos heterônimos de Jaime Adilton Marques de Araújo e surgi para atender a uma necessidade sua de exaltar ao SENHOR Jeová, mediante sua verve espiritual/religiosa, mantendo firme o contato com suas raízes.

A Obra

Minha poética está voltada para o culto do sagrado procurando integrar o homem à divindade através de salmos e canções que exaltam ao Deus dos deuses!

Sempre servi, com muito amor, ao Rei dos Reis e Senhor dos Senhores. E toda a extensão de minha obra salmodia Àquele cujo nome começou a ser cultuado com Enos, filho de Set, filho de Adão, nos primórdios da Humanidade: Jesus Cristo, o SENHOR!

**********************************************
Léo Frederico de Las Vegas, O Expectador


Sou Léo Frederico de Las Vegas. Nasci a 21 de maio de 1987, na cidade de Melgaço, rua 1° de MaioSou Administrador de Empresas, formado pela UNAMA - Universidade da Amazônia - e presto serviços de consultoria para empresas privadas e também para o setor público.

Sou o heterônimo mais popular de Jaime Adilton Marques de Araújo e surgi pelos idos de 1994 quando o poeta sentiu a necessidade de bebericar da Fonte de Hipocrene, nos labirintos da Poesia. Sou o mestre de todos os demais heterônimos e, por isso mesmo, o Expectador, o Heterônimo onde os demais se escondem.

A Obra

Minha obra, em primeiro plano, está intimamente ligada ao resgate da temática e da técnica modernas e, portanto, minha poética está subordinada aos mais variados temas. Tenho preferência pelo soneto (embora eu seja poeta moderno e pós-moderno) como forma perfeita de expressão poética.  Mas, sempre que me dá na telha lanço mão de outras formas para cantar o amor em todas as suas nuances.

Psicanaliticamente falando sou o EGO de Jaime Adilton e procuro sempre centrar minhas produções a partir de uma perspectiva da realidade. Estou em plena atividade poética e canto a vida porque a vida me (en)canta!

**********************************************
Pedro Paulo Barreto de Lima, O Amante
Sou Pedro Paulo Barreto de Lima. Nasci no dia 10 de novembro de 1992, no município de Santa Cruz do Arari. Sou formado em Psicopedagogia da Educação e como servidor público sou concursado como Técnico em Contabilidade. Atuo junto com o Léo Frederico e o Sr. Jaime no Escritório Melgaço Contabilidade.

Sou um heterônimo especial de Jaime Adilton Marques de Araújo, e surgi para atender a uma necessidade sua de bebericar da Fonte de Hipocrene, nas nascentes de um grande e eterno amor que transcende a todo o entendimento e se realiza em rimas de ventos e velas, navegando no mar revolto da paixão.

A Obra

Minha obra está visceralmente presa à vertente amorosa e canto o amor por uma musa em especial. Amor, sublime e infinito amor que o tempo não foi capaz de apagar.

Psicanaliticamente falando sou o ALTEREGO de Jaime Adilton e minha obra está voltada para a vertente que crê no amor não-geográfico, mas transcendental e eterno amor, que vence o tempo e o espaço e se solidifica em poesias carregadas de lirismo e emoção.

Voltar


Apresentação

Cantinho da Saudade é o espaço virtual de compartilhamento de meus rabiscos de poesia produzidos desde 1994 até a atualidade, através dos quais canto a vida em suas múltiplas nuances! Os poemas que aqui vão são elaborados de acordo com as mais variadas regras e temáticas da arte poética clássica, moderna e contemporânea, consoante as múltiplas vozes de meus heterônimos!


Prefácio

Cantinho da Saudade é o meu blog
Onde quase sempre venho postar
Arrebóis, luas ternas, brisas do mar,
E uma velha ternura de bulldog!

Mergulhe à vontade, mas não se afogue
Nas águas cristalinas desse mar.
E, se razão faltar-lhe pra chorar,
Volte, então, outro dia, bem mais grogue,

Pois aqui encontrará um coração
Dilacerado sob o plenilúnio
De lembranças perenes de emoção

E saberá que da vida o infortúnio
É, procurar, em vão, na madrugada,
O sorriso da Eterna Namorada!...


Visitas de Calíope e Érato

Colaboradores

Tradução Simultânea

English French German Spain Italian
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic

Previsão do Tempo

Formas Poéticas

Acróstico (74) Aldravia (5) Balada (7) Caligrama (10) Dez-De-Queixo-Caído (2) Duotrix (8) Epigrama (5) Espinela (1) Ethree (1) Gazal (6) Haicai (48) Indriso (52) Limerik (3) Monóstico (1) Moteto (6) Plêiade (4) Poetrix (43) Quadra (29) Ritornelo (3) Rondel (58) Rondó (8) Roundel (1) Rubai (9) Sextina (1) Sonetilho (4) Soneto (410) Terza-Rima (1) Tradução (5) Triolé (11) Trova (11) Vilancete (4) Vilanela (2) Virelai (4)

Assunto Temático

Estatísticas...

Este blog possui atualmente:
Comentários em Postagens!

Visitantes

Free counters!

Outras Saudades...