gravatar

JAMAIS ME ESQUECEREI DO NOSSO IDÍLIO


Nesta hora de total ternura e desprendimento
Esmaga-me violentamente
A tua saudade, meu amor!
Sinto saudades do nosso primeiro beijo
Beijo que me fez te amar.
Da doce surpresa que me fez estremecer
E entregar-me, sem reservas, ao teu amor.
Bem sabes que eu não via mais beleza na vida;
Para mim o amor tinha um gosto amargo;
Entretanto, apareceste na minha vida
Deixando marcas profundas que nem o tempo
Conseguirá apagar.
Cicatrizaste todas as minhas feridas
E me fizeste feliz.

É difícil acreditar,
Pois o que vivo é lindo demais
Para ser verdade.
Vivo mais um dia de intensa felicidade
Porque te amo!
Porque descobri belezas que outrora, por falta
De amor, não enxergava.

Presentemente têm mais encanto
As noites estreladas
Trazem-me uma graça indizível
As esplendorosas noites de luar...
O cântico dos pássaros não me soa monótono
Aos ouvidos, mas me trazem a melodia do amor!
E é justamente isso que me faz feliz,
Pois se sou capaz de sonhar
Sou também capaz de tornar meus sonhos realidade.

Talvez não acredites, mas hoje acordei feliz.

E como se fosse um sonho, ouvi a amiga cotovia
Entoar suas mais alegres notas musicais
E pensei na impossível possibilidade de ser um pássaro,
Um beija-flor cuja suprema felicidade nesta vida
Fosse beijar continuamente a linda flor dos lábios teus!...

... E o alegre canto da cotovia
Anunciava que já a madrugada cedia seu lugar
A um dia cheio de ternura e amor.
Levantei alegremente. Os versos começaram a
Surgir em meus pensamentos. Peguei caneta e papel
E... Eis-me aqui... Traduzindo em palavras
A chama desse amor que me consome,
Escrevendo esta mensagem cujo teor
É a expressa linguagem do meu coração
A te falar de um amor que já toma conta de mim.

Não sei qual será meu destino,
Pois a vida nos reserva surpresas,
Mas, sejam elas quais forem
Fica no ar uma certeza:
Jamais me esquecerei do nosso idílio!

by Léo Frederico de Las Vegas

Apresentação

Cantinho da Saudade é o espaço virtual de compartilhamento de meus rabiscos de poesia produzidos desde 1994 até a atualidade, através dos quais canto a vida em suas múltiplas nuances! Os poemas que aqui vão são elaborados de acordo com as mais variadas regras e temáticas da arte poética clássica, moderna e contemporânea, consoante as múltiplas vozes de meus heterônimos!


Prefácio

Cantinho da Saudade é o meu blog
Onde quase sempre venho postar
Arrebóis, luas ternas, brisas do mar
E uma velha ternura de buldogue!

Mergulhe à vontade, mas não se afogue
Nas águas cristalinas desse mar...
Mas se razão faltar-lhe pra chorar,
É favor vir outro dia bem mais grogue,

Pois aqui encontrará um coração
Dilacerado sob o plenilúnio
De lembranças perenes de emoção

E saberá que da vida o infortúnio
É buscar, em vão, na velha madrugada,
O sorriso da Eterna Namorada!


Visitas de Calíope e Érato

Colaboradores

Tradução Simultânea

English French German Spain Italian
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic

Previsão do Tempo

Formas Poéticas

Acróstico (74) Aldravia (5) Balada (7) Caligrama (10) Dez-De-Queixo-Caído (2) Duotrix (8) Epigrama (5) Espinela (1) Ethree (1) Gazal (6) Haicai (48) Indriso (52) Limerik (3) Monóstico (1) Moteto (6) Plêiade (4) Poetrix (43) Quadra (29) Ritornelo (3) Rondel (58) Rondó (8) Roundel (1) Rubai (9) Sextina (1) Sonetilho (4) Soneto (410) Terza-Rima (1) Tradução (5) Triolé (11) Trova (11) Vilancete (4) Vilanela (2) Virelai (4)

Assunto Temático

Estatísticas...

Este blog possui atualmente:
Comentários em Postagens!

Horário de Brasília

Visitantes

Free counters!

Amigos On Line

Outras Saudades...