gravatar

CANÇÃO DO AMOR SEM IGUAL (1ª LUA NOVA DE JULHO)



Vai, ó Lua,
Sai pela rua e diz que a quero bem;
Ó ilumina
Essa menina que me ama também!

Vai dizer ao pé do seu ouvido
Que não tenho mais sentido
Nesta vida pra viver:
Só ela é meu bem querer!

Diz com o teu sorriso cor-de-prata
Que naquela serenata
Lhe entreguei todo o meu ser:
Só ela é meu bem querer!

by Léo Frederico de Las Vegas

Pensativa estava antes de escrever
Esperando uma forma de compreender
Deste enigma que existe no meu ver
Reunindo no pensamento alguns versos
Organizando tudo que pudesse definir você

Labutei as palavras que insistiam em desaparecer
Olhei para sua imagem tentando te descrever
Perdão! Talvez ainda não te conheça tão bem
Então consegui apenas escrever estas linhas
Simplesmente pelo carinho que sinto por ti

Meu querido amigo que tão pouco conheço
Esquecer não está no meu querer e penso sempre
Unir... Coração, amizade, carinho com atenção.

Amigo que mesmo na distancia consegue ser
Mimoso jeitoso na sua forma de ser
Inteligente persistente sabendo muito escrever
Grande poeta do amor deixo aqui expresso
Obrigado por teu carinho já mora em meu coração

Obrigada por visitar meu blog, depois de um tempo retornei com novas palavras , novos desabafos.

"e nessa noite quero olhar pra imensidão lunar e pedir que traga a minha doce paixão de volta."
Dany Lynn

Apresentação

Cantinho da Saudade é o espaço virtual de compartilhamento de meus rabiscos de poesia produzidos desde 1994 até a atualidade, através dos quais canto a vida em suas múltiplas nuances! Os poemas que aqui vão são elaborados de acordo com as mais variadas regras e temáticas da arte poética clássica, moderna e contemporânea, consoante as múltiplas vozes de meus heterônimos!


Prefácio

Cantinho da Saudade é o meu blog
Onde quase sempre venho postar
Arrebóis, luas ternas, brisas do mar,
E uma velha ternura de bulldog!

Mergulhe à vontade, mas não se afogue
Nas águas cristalinas desse mar.
E, se razão faltar-lhe pra chorar,
Volte, então, outro dia, bem mais grogue,

Pois aqui encontrará um coração
Dilacerado sob o plenilúnio
De lembranças perenes de emoção

E saberá que da vida o infortúnio
É, procurar, em vão, na madrugada,
O sorriso da Eterna Namorada!...


Visitas de Calíope e Érato

Colaboradores

Tradução Simultânea

English French German Spain Italian
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic

Previsão do Tempo

Formas Poéticas

Acróstico (74) Aldravia (5) Balada (7) Caligrama (10) Dez-De-Queixo-Caído (2) Duotrix (8) Epigrama (5) Espinela (1) Ethree (1) Gazal (6) Haicai (48) Indriso (52) Limerik (3) Monóstico (1) Moteto (6) Plêiade (4) Poetrix (43) Quadra (29) Ritornelo (3) Rondel (58) Rondó (8) Roundel (1) Rubai (9) Sextina (1) Sonetilho (4) Soneto (410) Terza-Rima (1) Tradução (5) Triolé (11) Trova (11) Vilancete (4) Vilanela (2) Virelai (4)

Assunto Temático

Estatísticas...

Este blog possui atualmente:
Comentários em Postagens!

Visitantes

Free counters!

Outras Saudades...