gravatar

ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS...

                    Ao vovô Ademar Alexandre de Araújo

Antes que seja tarde demais
Deixa-me afagar as tuas mãos!
Entre os meus dedos quero reter
Migalhas, ao menos, de tua vida…
Antes que seja tarde demais
Repousa ao som da minha canção!

Antes que seja tarde demais
Lembrar eu quero um canto teu antigo
Escondido no avesso de tua alma; uma
Xácara que dizia: “Minha mulata bonita / Quando me vê pra que corre? / Se é bonita me
Apareça. / Se é feia por que não morre?”.
Nossa! Como esse simples “por que não morre?”
Doía profundamente em eu ser poeta!
Resta-me antes que escureça e seja tarde demais
Eternizar-te em minha poesia!…

Deus te dê boa sorte, vovozinho querido!
E que Ele te acompanhe onde quer que for preciso…

Antes que seja tarde demais
Repousa tranqüilo e deixa que essa melodia
Alivie-te a dor que te vai na alma!
Únicos, que meus pobres versos sejam ungüento pras tuas dores;
Jamais serás esquecido, porque a canção se fez eterna!
Oh! Deixa-me, pois, dizer que eu te amo antes que seja tarde demais!…

Melgaço, 22 de maio de 2002.

by Jaime Adilton Marques de Araújo

Apresentação

Cantinho da Saudade é o espaço virtual de compartilhamento de meus rabiscos de poesia produzidos desde 1994 até a atualidade, através dos quais canto a vida em suas múltiplas nuances! Os poemas que aqui vão são elaborados de acordo com as mais variadas regras e temáticas da arte poética clássica, moderna e contemporânea, consoante as múltiplas vozes de meus heterônimos!


Prefácio

Cantinho da Saudade é o meu blog
Onde quase sempre venho postar
Arrebóis, luas ternas, brisas do mar
E uma velha ternura de buldogue!

Mergulhe à vontade, mas não se afogue
Nas águas cristalinas desse mar...
Mas se razão faltar-lhe pra chorar,
É favor vir outro dia bem mais grogue,

Pois aqui encontrará um coração
Dilacerado sob o plenilúnio
De lembranças perenes de emoção

E saberá que da vida o infortúnio
É buscar, em vão, na velha madrugada,
O sorriso da Eterna Namorada!


Visitas de Calíope e Érato

Colaboradores

Tradução Simultânea

English French German Spain Italian
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic

Previsão do Tempo

Formas Poéticas

Acróstico (74) Aldravia (5) Balada (7) Caligrama (10) Dez-De-Queixo-Caído (2) Duotrix (8) Epigrama (5) Espinela (1) Ethree (1) Gazal (6) Haicai (48) Indriso (52) Limerik (3) Monóstico (1) Moteto (6) Plêiade (4) Poetrix (43) Quadra (29) Ritornelo (3) Rondel (58) Rondó (8) Roundel (1) Rubai (9) Sextina (1) Sonetilho (4) Soneto (410) Terza-Rima (1) Tradução (5) Triolé (11) Trova (11) Vilancete (4) Vilanela (2) Virelai (4)

Assunto Temático

Estatísticas...

Este blog possui atualmente:
Comentários em Postagens!

Visitantes

Free counters!

Outras Saudades...